A Galeria Ybakatu apresenta a exposição individual de Rogerio Ghomes “Se pudéssemos ser estranhos outra vez” com curadoria de Fábio Luchiari.

Na abertura da exposição, no dia 10 de novembro às 19h, haverá também o lançamento do livro “Preciso acreditar que ao fechar os olhos o mundo continua aqui” de Rogerio Ghomes.

A exposição “Se pudéssemos ser estranhamos outra vez” traz ao púbico a instalação “Profano Sudário”, último trabalho realizado pelo artista quanto vivia em Curitiba e apresentado na VI Bienal de Havana de 1987, álbuns/múltiplos das séries: “Incrível como um distúrbio afeta a credibilidade”, “Sonhos” e “Árbol”.

No mezanino da galeria o artista apresentará um conjunto de obras inéditas intituladas “Memórias Sequestradas”, que foram capturadas em antiquários em diferentes cidades e rearranjadas em formato de altares, que sentenciam a dualidade entre espiritualidade e materialidade, onde o artista nos faz refletir sobre quais nossos valores e princípios estamos tendo perante nossa vida.

Segundo o curador da mostra, Fábio Luchiari, “na exposição, o público terá uma oportunidade de apreciar a remontagem da instalação “Profano Sudário” de 1987 e a atual produção de 2017, num espaço que compreende 20 anos, e perceber como o artista se mantém fiel ao seus questionamentos e coerente com sua poética visual”.

O livro “Preciso acreditar que ao fechar os olhos o mundo continua aqui apresenta um panorama da produção do artista visual paranaense Rogerio Ghomes, num recorte que vai de 1987 até a série ‘Barroc’, apresentada na Bienal Internacional de Curitiba [2015]. Tem tiragem limitada de 500 exemplares, numerados e assinados.

O livro tem apresentação do crítico pernambucano Moacir dos Anjos, e compilação de três ensaios críticos de autoria de Eder Chiodetto, Ricardo Resende e Tadeu Chiarelli, sobre a produção do artista, em distintos momentos da sua trajetória.

O livro, que tem tiragem limitada de 500 exemplares numerados e assinados, é trilíngue (português, inglês e espanhol) e publicado pelo selo Expressão Artística da EDUEL – Editora da Universidade Estadual de Londrina, com patrocínio do Programa Municipal de incentivo à Cultura, PROMIC.

 

Sobre o artista:

Rogerio Ghomes é artista visual e pesquisador nas áreas das artes visuais e design. Doutor em tecnologias da inteligência e design digital pela PUC-SP, participou de inúmeras exposições nacionais e internacionais, entre elas “Preciso acreditar que ao fechar os olhos o mundo continua aqui”, “Não Confie na sua memória”, “Donde estoy, estoy a esperar te”. Suas obras integram as coleções de renome como: Coleção Joaquim Paiva, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Coleção McLaren, Fundação Cultural de Curitiba, Museu de Arte Moderna de São Paulo, Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, Museu de Arte Contemporânea do Paraná, Museu Oscar Niemeyer, Pirelli - Museu de Arte de São Paulo, Pinacoteca de São Paulo. Entre as premiações por sua obra estão Prêmio Brasil Arte Contemporânea na ARCO Madrid 2010 e a indicação ao Prêmio PIPA 2012, o mais importante do País, quando foi um dos finalistas na votação online. Em 2015, foi contemplado no Programa Rede Nacional Funarte de Artes Visuais com o projeto “Campo expandido: narrativas da imagem”.

 

Sobre a Ybakatu: A Galeria Ybakatu atua há 21 anos no cenário de artes visuais. Realiza mostras individuais e coletivas, participa de feiras de arte e representa artistas brasileiros e internacionais. É associada à ABACT (Associação Brasileira de Arte Contemporânea).

 

SERVIÇO

Galeria Ybakatu

Rua Francisco Rocha, 62 Lj. 06 Batel - Curitiba/PR

Tel: +55 41 32644752

www.ybakatu.com | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Visitação de segunda a sexta, das 10h às 12h00 e das 13h30 às 17h.

Entrada franca.

Coquetel de abertura: 10 de novembro, às 19h.

Período expositivo: 13 de novembro a 22 de dezembro de 2017.